Tiago Guedes

Tiago Guedes formou-se em Realização pela New York Film Academy, tendo frequentado, posteriormente, o curso de Direcção de Actores com Patrick Tucker, no Raindance London. Desenvolveu vários projectos para televisão e cinema, sendo responsável por várias séries de televisão, telefilmes e longas-metragens de grande sucesso público.

Tiago Guedes


Do seu trabalho como realizador destaca-se o filme “Coisa Ruim” (2005), a sua primeira longa-metragem, co-realizada com Frederico Serra, que esteve na Selecção Oficial dos Festivais de Hamburgo, Sitges e de Pusan, o mais importante festival de cinema asiático, e marcou presença no Festival de Turim. Foi filme de abertura e integrou a Competição Oficial do Fantasporto 2006; ganhou o Prémio de Melhor Longa-Metragem, Prémio do Público e Prémio da Cidade de Coimbra no Festival Caminhos do Cinema Português 2009, bem como o Globo de Ouro para Melhor Filme nesse mesmo ano. Além disso, destaca-se a participação em inúmeros festivais internacionais de género. “Coisa Ruim” foi distribuído em DVD em Espanha, França e nos EUA.

A longa-metragem “Entre os Dedos” (2008), também co-realizada com Frederico Serra, esteve na Competição Oficial do Festival de San Sebastián, na secção “Zabaltegi-Tabakalera”, bem como na Selecção Oficial do Festival de Cartagena das Índias, onde conquistou o Prémio de Melhor Primeira Obra e o Prémio de Melhor Actor; integrou a Selecção Oficial do Festival de Turim, tendo ganho o Prémio Ciputti de Melhor Filme; marcou presença no Festival Internacional de São Paulo; no Festival Caminhos do Cinema Português, em 2009, recebeu o Prémio para Melhor Longa-metragem; nesse mesmo ano foi nomeado para os Globos de Ouro nas categorias de Melhor Filmes, Melhor Actor e Melhor Actriz.

Da sua colaboração com Tiago Rodrigues, realiza a longa-metragem “Tristeza e Alegria na Vida das Girafas” (Selecção Oficial Competição Ibero-América no Festival de Guadalajara 2019, Competição Nacional Indielisboa 2019).

“A Herdade” (2019) é o seu projecto mais ambicioso até à data, partilhando a autoria do guião com Rui Cardoso Martins.

O teatro é outra das áreas que marca o percurso profissional de Tiago Guedes, destacando-se o seu trabalho como encenador em “A Matança Ritual de Gorge Mastromas" (estreada em 2019 no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa) “Os belos dias de Aranjuez” (peça homónima de Peter Handke, produzida em 2014 no âmbito do Lisbon & Estoril Film Festival e reposta depois, durante 2 meses, no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa), “Blackbird” de David Harrower (estreada em 2010 no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, e no Teatro Carlos Alberto, no Porto, que esgotou todas as suas sessões em ambas as cidades), “The Pillowman” de Martin McDonagh (estreada em 2006 no Teatro Maria Matos, em Lisboa, e em 2007, no Teatro Nacional S. João, no Porto), entre outras.

FILMOGRAFIA

CINEMA
  • "A Herdade”, 2019
  • "Tristeza e Alegria na Vida das Girafas”, 2019
  • “Coro dos Amantes” (curta), 2014
  • “Espécie de Miragem Incompleta” (curta), 2013
  • “Entre os Dedos”, 2008
  • “Coisa Ruim”, 2005
  • “Acordar” (curta), 2001
  • “O Ralo” (curta), 1999
TELEVISÃO
  • "Os Boys”, 2016
  • “Odisseia”, 2012
  • “Noite Sangrenta” (mini-série), 2010
  • “O Meu Sósia e Eu”, 2003
  • “Alta Fidelidade”, 2000
  • “Cavaleiros de Água Doce”, 2000
Actualizado a 23 Julho 2019
EN PT